MARQUE AGORA       935489073 ou 213554454
SITE EM REVISÃO PELA ERS EFETUAREMOS ALTERAÇÕES MUITO EM BREVE
consultas icon

Ecografia partes moles SNS

Ecografias de partes moles no SNS foram criadas como ecografias extremamente simples e aqui são realizadas dessa forma, para ver tumores, hematomas, colecções. São exames tabelados a preço mínimo, que duram  segundos (e mesmo assim nos dão prejuízo). Se pretende um destes exames básicos, que serve sobretudo para excluir muitas lesões graves, realizado sem atrasos, ligue SFF  entre as 15h00 e as 16h30 para: dois um quatro zero seis oito sete um um  (o telefone está por extenso mesmo para forçar a leitura)

Se tem credencial de partes moles e está disposto/a  a pagar um suplemento de preço à sua conta mas pretende uma ecografia para estudo de uma articulação, de músculos, tendões, ligamentos, acrescentando as fundamentais superfícies ósseas duras, e com doppler, que analisa muito melhor inflamações ou tumores benignos/malignos, ligue SFF entre as 17h30 e as 19h00 para: dois um três cinco três sete zero seis seis (o telefone está por extenso mesmo para forçar a leitura)

Se com credencial de partes moles pelo SNS tabelado em valor mínimo pretende um exame pormenorizado, sem qualquer pagamento extra,  lamentamos não ter resposta para si.

No texto abaixo encontra explicações importantes:

Os valores tabelados de SNS, ADSE e PSP são inferiores ao preço de custo –  e, correspondentemente, obtêm exames de pormenor muito baixo. A maior parte dos nossos pacientes opta pelo pagamento de um suplemento de 25 euros, melhorando muito a análise. Noutros consultórios há grandes atrasos para estes exames convencionados; a nossa opção é dar uma resposta rápida mas efectivamente de   pormenor mínimo, quando feitos sem suplemento de preço.

QUALIDADE EM ECOGRAFIA ARTICULAR / MUSCULAR

A ecografia articular/muscular é  das mais exigentes e a variação dos resultados é enorme: num estudo americano o acerto ecográfico de ruptura do ombro variou entre   90 % para o melhor e 35% para o pior dos ecografistas (que por cada 3 doentes errou em 2 !).

No dia a dia podemos estar próximos destes maus resultados.   Taxas de acerto   elevadas  implicam ecografistas   com experiência nesta área difícil,  aparelhos de gama alta, análise do lado doente e do lado são:  muito diferente duma ecografia “de partes moles”, só dum lado e convencionada  em valores mínimos.

Omitir estas questões sérias faz  abaixar gravemente a qualidade e descredibilizar a ecografia, levando para a ressonância muitos pacientes sem necessidade.

Na check up med não nivelamos a qualidade por baixo – que seria injusto e limitador – nem por cima – que seria suicida para  qualquer consultório. E propomos que os exames sejam, por sistema, bilaterais.

Como um exame unilateral pode falhar o diagnóstico

Este ginasta de 25 anos referia nódulo doloroso no ombro direito após cura de paralisia do facial  meses antes.

A ecografia direita é normal: o suposto “nódulo é apenas a espinha da omoplata (4), não havendo alterações da pele/ tec. subcutâneo (1) ou dos músculos (2, 3).

O estudo comparativo do lado esquerdo é que dá o diagnóstico. Há evidente hipotrofia, apenas relativa, dos músculos deltoide (2)  e supra espinhoso (3) direitos, certamente resultante da paralisia.

A explicação torna-se evidente. Quando o doente retoma a actividade física,  o esforço a que estava habituado resulta em sobrecarga e dor para os músculos direitos. Instintivamente põe a mão na zona dolorosa e nota então o “nódulo” direito, que não notava antes nem encontra à esquerda, atribuindo-lhe, erradamente, a origem das queixas.

Ecografia partes moles SNS

FAÇA JÁ A SUA MARCAÇÃO